Ijuí/RS - Domingo, 15 de Setembro de 2019

Família Mânica Realizará Encontro em Santo Ângelo em 14 de Setembro

Família de Massimino Manica. Foto de janeiro de 1913, Encantado, RS, antes de migrar para Ijuí. Da esquerda para a direita, sentados: Ersilia Battisti Manica (42 anos) com o filho Adolfo Manica no colo (1,5 ano), Massimino Manica (47 anos) e sua mãe Maria Frisingheli Manica (viúva, 78 anos); em pé, à frente: Sabina Manica (8 anos), Sylvio Eugênio Manica (6 anos), Anna Manica (3 anos), Julio Manica (10 anos); em pé, atrás: Vitorio Manica (13 anos); Rosa Manica (20 anos); Virginia Manica (16 anos), Pedro Manica (18 anos) e Maria Manica (22 anos).

No próximo dia 14 de setembro a Família Manica – descendentes do imigrante italiano Pietro Paolo Manica, realizará Encontro em Santo Ângelo, tendo por local a Casa da Etnia Italiana, no Parque de Exposições SigfriedRitter.

Pietro Paolo Manica integrou a primeira grande leva de imigrantes que chegou à Serra Gaúcha em 1875, juntamente com sua esposa Maria Frisinghelli Manica e os filhos Vicenzo Manica, Massimino Manica, Bernardo Manica e Desiderata Isabella Manica. Como pioneira da imigração italiana no Estado, a família recebeu o histórico lote 1-A da Linha Figueira de Melo, na então colônia Conde D’Eu, atual Garibaldi, que foi o primeiro pique transversal aberto na Serra Gaúcha para receber imigrantes italianos.

As famílias Manica de Santo Ângelo, Ijuí, Catuipe, Augusto Pestana, Cruz Alta e outros municípios da região descendem de Massimino Manica, que em 1913 se estabeleceu em Alto da União, município de Ijuí. Mais tarde, em 1936, o filho de Massimino Manica, Júlio Valentim Manica, transferiu-se com a família para Santo Ângelo.Inicialmente estabeleceu-se com armazém na localidade de Santa Teresa, depois adquiriu terras na localidade de Barra do São João, no distrito de Atafona, ondea família fixou residência.

O Encontro da Família Manica terá a seguinte programação:  09 horas recepção aos participantes; 10 horas abertura do Encontro e apresentação das famílias presentes;11h30min apresentação de danças folclóricas italianas, pelo Grupo de Danças da Associação Missioneirada Etnia Italiana (AMEI), coordenado pelo professor Dionatan Manica dos Santos;12h15minalmoço com pratos típicos italianos;14h30minlançamento do livro “História da família Manica: 1259-2019”, de autoria do advogado e professor de Direito, Dr. Eliseu Manica;16h30minfoto da Família Manica em frente à Catedral;17 horas missa comemorativa ao Encontro, na Catedral de Santo Ângelo; 20 horas jantar com pratos típicos italianos;21h30mincontinuidade do Encontro com música.

Para participar do Encontro não serão expedidosconvites pessoais; todos os Manica descendentes de Pietro Paolo Manica, juntamente com seus familiares, bem como pessoas de outras ramificação da família Manica, estão convidadas a participar. Basta que confirmem a participação até o dia 05 de setembro, compareçam ao evento e no dia façam o pagamento do almoço e do jantar, ao custo de R$ 70,00 por pessoa.

A confirmação prévia dos participantes é necessária para que a Comissão Organizadora do Encontro possa tomar as providências necessárias para receber todosos participantes de forma adequada. A confirmação pode ser feita com os organizadores do Encontro da Família Manica, pelos telefones/whatsapp 55 99999-3880 (Eliseu Manica), 55-99632-3325 (Jackson Manica) ou55-99669-4399 (Paulo Airton Nunes da Silva) ou pelo e-mail [email protected]

Até o momento, faltando 20 dias para o Encontro, mais de 100 pessoas já confirmaram participação. Além de Santo Ângelo, os Manica que confirmaram presença são oriundos de Entre-Ijuís, Catuípe, Ijuí, Augusto Pestana, Tupanciretã, Cruz Alta, Passo Fundo, Ibiaçá, Santa Maria, Antônio Prado, Flores da Cunha, Garibaldi, Porto Alegre, São Leopoldo, Florianópolis, São Paulo e Brasília.

Fonte: Rádio Repórter

voltar
© Copyright 2019